top of page

II Seminário Seymour Papert/Paulo Freire é marcado por entrega de premiação


Promovido com o objetivo de reconhecer projetos que contribuam para a articulação inovadora entre a educação e a ciência, especialmente nas escolas públicas da rede de educação básica, o II Seminário Seymour Papert/Paulo Freire de Educação e Ciência reuniu gente de várias partes do País e serviu para a entrega de premiações para professores de escolas públicas e privadas, secretarias municipais de Educação e projetos de experimentos científicos. O evento aconteceu no auditório da Fundação Sousândrade na quinta-feira, 23 de outubro.


Coordenadora do Clube da Robótica do Instituto Federal de Votuporanga/SP, Isabel Cristina Motta é uma dessas pessoas que vieram de bem distante para participar do evento. Para Isabel, ‘é muito bom estar entre as pessoas que sabem da importância da robótica, da ciência e da educação’. “Quando você vem para um seminário desse e recebe uma premiação dessas, junto a tantas pessoas que fazem trabalhos maravilhosos, isso dá uma força ainda maior para continuar. Estou voltando renovada e querendo muito mais para minhas crianças”, afirmou.


O II Seminário Seymour Papert/Paulo Freire de Educação e Ciência foi realizado pela Federation of International Robosports Association/FIRA (Capítulo Brasil) em parceria com o Centro de Inovação para a Excelência das Políticas Públicas (CIEPP), a Universidade Federal do Maranhão (UFMA), a Associação Brasileira das Instituições de Pesquisa Tecnológica e Inovação (ABIPTI), o Conselho Nacional de Secretarias para Assuntos de Ciência, Tecnologia e Inovação (CONSECTI) e a Fundação Sousândrade (FSADU). Durante o evento foram divulgados os vencedores da edição 2023 do Prêmio Seymour Papert-Paulo Freire de Robótica Educacional e do Prêmio Ennes de Sousa de Experimentos Científicos.


Também apaixonado pela robótica educacional, Felipe Couto de Carvalho veio de Uruguaiana, no Rio Grande do Sul, participar do seminário no Maranhão. Ele representou a Secretaria Municipal de Educação de Uruguaiana, vencedora do prêmio na categoria Secretarias Municipais e Estaduais. “Com a robótica temos alcançado resultados muitos bons resultados e transformado vidas”, disse ao receber o prêmio.


Quem também arrumou as malas e veio participar do Seminário foi Regina Gavassa, da Secretaria Municipal de Educação do Município de São Paulo. Ela ressaltou o protagonismo da robótica na educação pública e pontuou sobre a importância de participar do evento no Maranhão. “É muito especial para nós, até por trazer Seymour Papert e Paulo Freira juntos. É uma iniciativa fantástica e estão de parabéns até por pensar nisso. Uma das bases do trabalho que desenvolvemos lá são os ensinamentos tanto de Papert quanto do Paulo Freira, e ser reconhecido com um prêmio como esse para nós é motivo de muito orgulho”, concluiu.

Vários maranhenses de escolas públicas – alunos e professores – marcaram presença e receberam premiações. A unidade do IEMA Itaqui Bacanga conquistou o segundo lugar na categoria Professor/Escola Pública. O professor Felipe Borges Pereira, do IEMA Itaqui Bacanga, foi agraciado com a Menção Honrosa Especial.


Diretor do CIEPP e idealizador do evento, Jhonatan Almada afirma que a principal relevância do prêmio e do Seminário está em ‘reconhecermos e darmos visibilidade aos professores e projetos que articulam educação e ciência, que conseguem desenvolver um ensino inovador e que impactam positivamente no aprendizado dos seus estudantes’.


Com o olhar no futuro, Jhonatan Almada revela que o escopo de premiação será ampliado em 2024 com uma série de inclusões, tais como a categoria de Humanidades, o reconhecimento de projetos de professores de escolas públicas e privadas que trabalhem nessa linha. Outra novidade é na categoria de Robótica Educacional com a incorporação de pensamento computacional e inteligência artificial. “Tudo isso é para contribuir com o aprendizado dos estudantes, para que tenham um aprendizado de maior qualidade e consigam desenvolver a articulação entre teoria e pratica”, conclui Almada.


CONFIRA OS RESULTADOS DA EDIÇÃO 2023

CATEGORIA PROFESSOR

ESCOLAS PÚBLICAS

1º Lugar

Isabel Cristina Passos Motta (IFSP Campus Votuporanga, São Paulo)

2º Lugar

Roosewelt Aurélio Silva Costa (IEMA Itaqui Bacanga, Maranhão)

3º Lugar

Fábio Jorge de Nazaré Ferreira (EEEM Professor Gerson Peres, Pará)

Menção Honrosa Especial

Felipe Borges Pereira (IEMA Itaqui Bacanga, Maranhão)

Hutson Roger Silva (IFAP Campus Oiapoque, Amapá)

Honra ao Mérito

Ana Caroline Meireles Soares (IFMA Campus Coelho Neto, Maranhão)

Ana Flávia Gonçalves Pereira (UIM Prefeito Ezíquio Barros Filho, Maranhão)

Danilo Lima Falcão (IFMA Campus Codó, Maranhão)

Elender Keuly de Souza (IFAP, Amapá)

Fábio Souza (IEMA Cururupu, Maranhão)

Ilma Rodrigues de Souza Fausto (IFRO Campus Ji-Paraná, Rondônia)

ESCOLAS PRIVADAS

1º Lugar

Guilherme Manarin (Colégio Visconde de Porto Seguro, São Paulo)

2º Lugar

André Soares de Almeida (Escola Firjan Sesi Macaé, Rio de Janeiro)

3º Lugar

Alessandra Lameiras Buriti (Colégio Visconde de Porto Seguro, São Paulo)

Menção Honrosa Especial

Juny Carlles Costa Garcês (Escola SESI São Luís – Maranhão)


ORGANIZAÇÃO NÃO-GOVERNAMENTAL

1º Lugar

Bruno Ricardo Pinto dos Santos (OCAS – Pará)

RESULTADOS

EDIÇÃO 2023 - CATEGORIA SECRETARIAS

1º lugar - Robótica Educacional - Educando para Transformar

- Secretaria Municipal de Educação de Uruguaiana (Rio Grande do Sul)

2º lugar - Robótica Criativa

- Secretaria Municipal de Educação de São Paulo (São Paulo)

3º lugar - Equipe de Robótica Tartarugas Ninja

- Secretaria Municipal de Educação e Cultura de João Ramalho (São Paulo)

RESULTADOS - PRÊMIO ENNES DE SOUSA

EDIÇÃO 2023

1º lugar - Cultivando micro-organismos em meio de cultura caseiro

Milton Pereira da Silva Júnior (IEMA Gonçalves Dias)

2º lugar - Semáforo inteligente reprogramável

Roosewelt Aurelio Silva Costa (IEMA Itaqui Bacanga)

3º lugar - Produção de sabão para reaproveitamento de óleo de cozinha

Eliane Rodrigues Monteiro (IEMA São Luís Centro)



Kommentare


bottom of page